sexta-feira, 7 de março de 2008

Um tiquinho da Junça

Junça da Pedra Preta do Paraguaçú é o nome e sobrenome dessa junção de música, poesia e tudo de bom que possa ser criado e trasformado por essa Junça viva, A Banda.

Junça da Pedra Preta do Paraguaçú. Para os íntimos, simplesmente, A Junça.

MPB é a marca de identificação dessa banda. No entanto, seus músicos, por se permitirem mergulhar na imensidão de ritmos e sons do mundo afora, sentiram a necessidade de redimensionar o significado da sigla MPB.

Os passeios da Junça nas águas do Samba, Funk, Reggae, Batá, Baião, Ijexá, Chorinho e Jazz permitiram mergulhos inevitáveis, graças a essa era de comunicação e informação aparentemente sem freio. O som de Luiz Melodia, Gal Costa, Salif Keita, Fela Kuti, Miriam Makeba, Elza Soares, Lazzo Matumbi, Margareth Menezes, Marcia Short, Sandra de Sá, Bob Nesta Marley, Peter Tosh, Groundation, Tim Maia, Nara Leão, Thomas Mapfumo, Itamar Assumpção, Ademildes Fonseca, Gonzagão, Angelique Kidjo, dentre tantas outras vozes e influências sugerem que o regional não é mais tão regional assim, e o chamado universal tampouco, embora sejam mantidas as características básicas que os geraram.

Música Preta da Boa- Se é necessário um rótulo, eis o conceito de música que melhor definiria essa Junça de sons, sonhos, mistérios e swingues. Seja de onde for, se é preta e/ou boa estaremos de ouvidos atentos.
Aqui é o ponto de encontro virtual dessa Junça, onde dividimos o que agrada nossos ouvidos, nossas almas e ao mesmo tempo buscamos saber o que os outros Juncêros escutam.
Juncêros de todas as nacionalidades que já ouviram o som da Junça, blogái-vos! E se ainda não nos ouviu, blogái-vos também!

13 comentários:

Abará disse...

Êa Junça!! Vida longa a essa Junção de alegria!!!

dread_77 disse...

Reunião de pessoas, idéias, sons, letras, energias... União de espíritos de luz!
Que os caminhos por onde a Junça passe estejam sempre abertos.

Daniel Santiago

Gica Rodrigues - designer. disse...

hunn
huuunnn
huuuunnnnn!!!!!
Esse caldo de Junça vai engrossar e vai ficar é muito do gostoso viuu!!!

Tatiane disse...

OI! SERÁ QUE DÁ PARA A JUNÇA COLOCAR A MÚSICA AVEREKETE NO REPERTÓRIO? ADOOOOOOOOOOOOOORO ESSA MÚSICA!
BJOS E VIVA A JUNÇA!!!! AXÉ!

Guellwaar disse...

Tati já chegou arrochando (rsrsrs) e o sol se pôs, logo, tudo de luz e de bom nessa caminhada... dançar, sorrir, acreditar, lutar, persistir, cantar, segundo os mais velhos (e tenho o mal costume de acreditar que eles têm alguma razão empírica para fazerem determinadas afirmações), aos males espanta... portanto, dance, dance and never give up the fight...

Salamanda disse...

Que a paixão que rege qualquer início contagie tudo ao redor e que prevaleça no trabalho força, gana e vontade de mais e mais sempre....Música tem dessas coisas, música preta tem dessas coisas ao quadrado....


bjssss
Salamanda

Sergio disse...

Musica negra sempre é bom indo de vcs será melhor ainda força nesta empretada SErgio Laurentino

fabriciadias16 disse...

a junça...junçao de pessoas... pessoas essas iluminadas pra fazer um bom soooom, afim d lavar a alma....suceeessso é o q desejo a todos e vamuuuus em frente:P

V disse...

Oba!!!!! A Junça vai juntar a galera, vamos esperar... Me convidem, viu
Tenho certeza que sairá coisa muito boa dessa junça Toda!!!
Que Olorum exerça seu poder para que nada impeça vcs de brilhar.
Saudações

MeL Adún disse...

Atualiza! Atualiza!
Beijinhos

Tânia Cerqueira disse...

Já era tempo...
Não preciso falar do seu talento e criatividade, sou suspeita!!!
Estamos carentes de músicas de qualidade, e de qualidade vc entende muito bem. Espero que "Felino e Alado" esteja nesse projeto. E viva a Junça!!!!
Tânia Cerqueira

Jamille Sodré disse...

"JUNÇINHA MIUDINHA DA (ARUANDA)lUANDA Ê, LARGEDO TÃO GRANDE , TÃO GRANDE DA A LUANDA(ARUANDA) Ê!


coisas boas devem ser celebradas!
grande boa sorte!
bençãos das águas...

Família Sodré

Jamille Sodré disse...

licença pra utilizar do espaço, acessem:

http://contratemazambilino.blogspot.com/

Glossário da Banda:

juncaviva@gmail.com

*Junça é a forma como os Caboclos em suas aldeias -em suas festas, no contexto das Religiões de Matriz Africana- se referem a Junção de pessoas, agrupamento, festa, reunião, alegria...